Não, o crime não compensa

571
0
Compartilhe:

Sabe quando nos deixamos levar pelos sentimentos, esquecendo completamente da razão, e usamos de argumento, justamente o fato de ter seguido o seu coração? Por muitas vezes eu usei essa justificativa forjada, e para seu próprio bem, te digo que é melhor parar de se enganar.

Sim, eu entendo que quando se trata de sentimentos, as nossas atitudes ficam um pouco conturbadas, e nossos sentidos acabam ficando inextricáveis, mas vamos combinar que dizer que cometeu determinados erros, porque na hora “nem pensou” e só seguiu aquilo que o coração mandou, é bastante hipócrita da sua parte, até porque usar de desculpa que “não pensou” sendo que se tem uma coisa que com certeza você é, é um ser racional, acaba fazendo com que seu discurso seja bastante falho.

Desculpa estar sendo tão direta, e nada sutil, mas sabe o que acontece? Para começo de conversa seu coração só faz aquilo que você quer, e não o contrário. Ele não tem vida própria não, então pare de se vitimizar, sendo que você é a pessoa que está guiando o barco aí. Sem contar que se você já cometeu o erro de “cair em tentação” outras vezes, e viu que acabou sempre dando errado no final, então me diz, por que cometê-lo de novo? Na escola aprendemos a resolver alguns problemas por meio do método de “tentativa e erro” certo? Por que não tenta aplicar essa ideia na sua vida? Se você tentou por um caminho, e deu errado todas às vezes, será que não é uma boa você mudar de caminho? Simplesmente seguir por outro?!

Não, ele não vai mudar. Não, ele não vai se arrepender de todo mal que já te causou. Não, ele não vai pensar em você antes de dormir, e sentir sua falta. Não, enquanto você lê esse texto ele não deve estar lembrando-se da noite passada com carinho. Quer a verdade? Ele já deve estar planejando o que fazer hoje à noite, e adivinha? Você não está inclusa nos planos dele não. Ele só está te usando para satisfazer as próprias necessidades, quando convém. Ele gosta da ideia de te deixar de escanteio, para quando ele precisar aumentar a autoestima, você estar lá para dar uma massageada no ego dele, simples assim.

Para de se enganar. Sério, olha para você, olha quem é. Olha como você trata as pessoas. Agora, olha para ele, olha para como ele é com as pessoas, olha quem ele é para as pessoas. Você acha que vale a pena continuar investindo seu tempo com uma pessoa que, para começo de conversa, já ocupou o tempo dela com outra pessoa? Porque se você não lembra, aqui vai um reforço: ele namora. Sim, e você sabe que sabe disso. Ele não vai terminar com ela para ficar com você. Na verdade, não vai mudar nada na vida dele por você… então por que está se diminuindo tanto, para caber nessa história tão minimalista?

Eu sei que na hora que você se deixa levar, parece a coisa mais certa do mundo, mas e no dia seguinte? Você acorda bem consigo mesma, você lembra-se da noite passada com um sentimento de satisfação, de felicidade? Ou é um sentimento de arrependimento que se alastra dentro do seu corpo?

Às vezes agimos por um impulso, acreditando que vale a pena o erro, mas será que vale? Será que depois de tanto se machucar, tanto se denegrir, vale o esforço? Será que não está na hora da sua vida sair dessa tormenta e finalmente entrar em um período de calmaria?! Para de se machucar a toa, para de dificultar as coisas para si mesma. Ele não vale a pena, essa situação não vale a pena. No fundo você sabe que não, o crime não compensa, nunca compensou, e não é agora que vai compensar.

Sai dessa.

Diandra Ferracini

Deixe uma resposta