Clarice e Antônio: Um ensaio fotográfico apaixonante para eternizar o amor!

742
0
Compartilhe:

Stéphanny Lisboa quis dividir conosco um lindo ensaio clicado pela amiga Rafaella Zanol.

A própria fotógrafa conta um pouquinho da ideia por trás das fotos: “Por ser alguém que acredita muito no amor, busquei presentear um casal. Eu quero resgatar dentro de você, que está lendo esse post, a importância do amor!”.

E não foi só o olhar da Rafaella que fez deste um ensaio especial. Os modelos, Clarice e Antônio, são casados há quase seis décadas!

São 57 anos de casamento e 58 anos de namorado.

Ela, vaidosa, doce e linda. Ele, bem humorado, respeitador e apaixonado. Como não morrer de amores?

Clarice e Antônio se conheceram em 1958. Clarice tinha 19 anos e estava internada na Santa Casa de Cuiabá, se recuperando de uma cirurgia de vesícula, quando Antônio foi visitá-la incentivado por uma tia.

Ele vestiu sua melhor roupa e conta que mesmo debilitada, ela estava linda: “Quando vi aquele avião, quis ser um aeroporto pra ele pousar em mim! Foi amor à primeira vista!”.

Antônio encontrou dificuldades para namorá-la, pois eles moravam em cidades diferentes, além de que o pai e irmãos de Clarice não aceitavam o relacionamento. Morriam de ciúmes dela! Ele escrevia cartas românticas dizendo que não podia mais viver sem ela.

Ia de Cuiabá para Livramento de carona no carro que entregava leite na cidade e apesar de todas as dificuldades, nunca desistiu, até o pai de Clarice conceder a mão dela em casamento. E assim, ele conseguiu conquistar “Tutu”, a princesinha de Nossa Senhora do Livramento.

Antônio trabalhou como topógrafo, feirante, entregador de verduras. Às vezes ficava semanas longe de sua esposa e foi assim que ele encontrou o professor Nilo Póvoas, que o aconselhou a deixar a vida no sitio para voltar a estudar, pra ter uma vida melhor, pra crescer profissionalmente e dar condições melhores à sua família. E assim ele fez, passou em um concurso público para fiscal de tributos e foram morar em Cuiabá.

O casal conta que não há fórmula mágica para manter a união. O importante é existir respeito e muito amor!

São 57 anos de casados, 3 filhos, 5 netos e muita história para contar!

Rafaella Zanol, a fotógrafa, aproveita para deixar uma dica: “Corra, dê um abraço bem apertado no seu avô ou avó se eles ainda estiverem aqui, não deixe pra depois! Se eles moram em outra cidade, ligue e diga o quanto são importantes para você. E para aqueles que já se foram, pare um minuto, feche os olhos e lembre-se do amor que eles deram para você! Sentir saudades é natural e se der vontade de chorar, chore!”.

Parabéns pelas fotos e pela sensibilidade, Rafaella. Nós amamos!

Via EuTeAmoHoje.com.br

Deixe uma resposta