Acordar ao seu lado é a melhor maneira de começar o dia

1312
0
Compartilhe:

coffee-cup-bed-bedroom

Não é café com leite, nem torrada com margarina, o meu café da manhã favorito é o teu beijo. Aquele cheio de preguiça, quando você me agarra enquanto se espreguiça, toda contorcida, no meio dos resmungos por ter de acordar cedo e querendo ficar em casa. Não é um beijo de Hollywood, cheio de glamour e romantismo. É um beijo de dia-a-dia, na beleza da essência que o cinema não pode captar, quando dois seres humanos não totalmente acordados tem por primeiro instinto matinal abraçar e beijar aquele dorminhoco ao lado.

Não tem bafo que segure o amor. Escovar os dentes sempre pode esperar, naquele momento, você só quer poder ficar ali nos braços e beijos da pessoa amada, aconchegado no quentinho da cama. Que o resto do dia espere. Você tem que aproveitar aqueles instantes de sonho antes de acordar pra realidade.

Se está chovendo, que chova! Se o sol está escaldando, que escalde! Nada importa. Se caísse um meteoro, você nem ia ouvir o barulho. Tudo que você é se resume em admirar aquela pessoa que está sorrindo ali pra você. Depois que o sono dá uma folga, a única coisa que você consegue fazer é olhar pra ela. Como, depois de tanto tempo juntos, você ainda não consegue deixar de fazer uma cara de bobo ao perceber o quanto ela é linda? Acho que não é tão anormal, afinal, ela faz o mesmo. Não precisa de maquiagem, pentear o cabelo, ou lavar o rosto, ela é a pessoa mais linda do mundo, e você a ama com tudo o que tem.

Depois dessa encarada pós-sono, quando você contempla a importância do outro na sua vida, e a gratidão por tê-lo, é hora do derradeiro beijo de despedida do conforto da cama, um último beijo deitados, agora sem o sono pra atrapalhar. Agora é um beijo que podia passar na novela das 9. Direto, com todos os carinhos e jeitos pra demonstrar o amor que você sente por ela. Um último olhar, talvez um beijinho rápido roubado, mas é hora de levantar.

Leia também:  Aceite! Quem não te procura, não sente a sua falta.

Começa o dia, e cada um toma seu rumo cotidiano. Sempre trocando um beijo ou outro quando se cruzam em uma passada, na pressa, claro, pois os dois estão atrasados pelo tempo extra que passaram na cama. Não se arrependem, porém, pois vale a pena. Tudo contigo vale a pena.

E a primeira coisa que eu penso quando levanto, é quando vou poder deitar contigo de novo, só pra poder ter a surpresa de ver a mulher mais linda do mundo quando eu acordar.

 

P.S.: Não deixe a magia morrer. Se isso já não acontece mais no seu relacionamento, que já “caiu na rotina”, mude isso. Amanhã, quando acordar ao lado do seu amor, não vire e levante, olhe nos olhos dele, diga que o(a) ama e dê a ele(a) um beijão. O único modo de sair da rotina é surpreender, mesmo que seja por um costume perdido.

Igor Andreola