8 coisas que um homem de verdade jamais fará

2813
0
Compartilhe:

Você já chegou a refletir sobre como os homens amadurecem e o que este processo significa? Afinal de contas, um homem pode ser muito maduro e consciente aos 15 anos ou chegar à terceira idade exalando imaturidade.

Nós, do Me Apaixonei, listamos qualidades e princípios que distinguem um homem emocionalmente adulto daquele que ainda precisa amadurecer. E nada disso tem a ver com a idade.

 

Um homem de verdade nunca critica sua aparência física

“Por que você não pinta o cabelo de loiro?“, ”Você devia perder uns quilos”… o homem que realmente gosta de você não irá se expressar sobre sua aparência física nesses termos. Caso o faça, é porque não quer ajudar, como pode parecer. Conscientemente, ele tenta baixar sua autoestima para que você não se sinta segura para deixá-lo. Um homem maduro nunca recorre a uma crítica vazia só para inflar o próprio ego.

 

Nunca invade seu espaço pessoal

Num relacionamento saudável, não existe a necessidade de esconder algo um do outro, seja mensagens de texto ou contatos no celular. Porém, isso não quer dizer que o parceiro tem o direito de checar seus bolsos ou ler suas correspondências privadas. Fazendo isso, ele estará demonstrando insegurança perante si mesmo e falta de respeito diante de você.

Não se esconde nos momentos difíceis

Lembra que, durante a adolescência e diante de problemas, nós fugíamos ao nosso mundo imaginário? Um homem adulto entende que é impossível resolver um problema sem enfrentá-lo cara a cara, seja em relacionamentos, no ambiente familiar ou profissional. Mas isso não quer dizer que ele esteja sempre em busca de confrontos. Ele apenas sabe quando é preciso resolver um problema e quando é melhor evitar a discussão.

Não pensa que demonstrar sentimentos é sinal de fraqueza

Ser masculino não significa ser frio como pedra. Um homem sábio não tem medo de ser julgado por demonstrar os próprios sentimentos. Ele tem consciência de que não perderá a virilidade caso demonstre um pouco de emoções. Sem falar que este é um hábito dos relacionamentos saudáveis.

Não vive apenas para um momento

Alguns homens são capazes de gastar tudo o que sobrou do salário em um jantar digno da realeza, sem pensar que aquele dinheiro deveria durar toda a semana. Outros, no meio da semana, se jogam na balada e acabam faltando ao trabalho no dia seguinte. Este tipo de homem não está preparado para planejar tudo com antecedência, pensando nas consequências. Se isso é algo perdoável durante a juventude, parece estranho nos homens maduros. Não estamos dizendo que é preciso viver sem cometer atos espontâneos, só que deve-se lembrar também do dia de amanhã.

Nunca deixa você em segundo plano, priorizando os amigos

Os homens precisam ter tempo para passar com os amigos em determinados momentos. É algo fundamental para a saúde psicológica. Porém, o homem experiente entende que a grande companhia de sua vida é a parceira. E aqueles homens que se deixam influenciar por certas amizades, ignorando totalmente a opinião da companheira, talvez sofram com problemas psicológicos, sejam suscetíveis às influências alheias ou infantis em demasia. Mas o mais comum é que eles mesmos pensem que, assim, reforçam a própria independência e virilidade.

Não exagera na relação com a mãe

Um homem realmente adulto dá atenção aos pais, ainda que o relacionamento entre eles não ande às mil maravilhas. Ele sabe que é preciso valorizar as pessoas que o cuidaram durante tanto tempo. Porém, ao mesmo tempo, ele não ultrapassa limites quando um dos pais (geralmente a mãe) começa a ocupar todos os lugares na vida do filho, afastando-o de todas as demais pessoas.

É respeitoso e nunca apela para a violência

Não falamos apenas de violência física, mas também violência moral. Ao perceber qualquer sinal de comportamento violento, siga seu caminho, sem pensar em justificativas para aquela atitude agressiva. Ele poderia usar a infância difícil, um dia atribulado ou mesmo jogar a culpa em você para tentar explicar o próprio comportamento.

A atitude do homem perante a mulher depende, é claro, não apenas de sua personalidade e experiência, mas também do comportamento da mulher. Afinal de contas, um relacionamento é um trabalho em dupla.

Deixe uma resposta